Copa terá 48 seleções a partir de 2026

A Copa do Mundo terá 48 participantes a partir de 2026. O formato do torneio e as eventuais mudanças nas Eliminatórias (número de vagas por continente, por exemplo) serão decididas em breve, possivelmente em março. A decisão será ratificada nesta terça-feira pelo Conselho Fifa, que se reúne em Zurique, um dia após a entrega do Prêmio Fifa The Best. A outra proposta, de subir o número de seleções na Copa para 40, foi descartada. América do Sul deve ter seis vagas diretas na Copa, com mais uma na repescagem. Essa divisão para cada continente ainda pode sofrer alterações, mas houve um acordo prévio entre as seis confederações. Aumentar o número de participantes do Mundial foi uma das promessas de campanha de Gianni Infantino. O ex-secretário-geral da Uefa foi eleito em fevereiro de 2016 para chefiar a entidade que manda no futebol mundial. Em entrevista ao GloboEsporte.com publicada em 28 de janeiro de 2016, Infantino disse: “Para 2026 eu acho que seria positivo aumentar o número de times. Digo isso porque o futebol só melhora em todo mundo. E não é populismo. O papel da Fifa é desenvolver o futebol no mundo, fazer as pessoas participarem. Disputada desde 1930, a Copa do Mundo teve diversos formatos.

Na primeira edição, realizada no Uruguai, foram 13 participantes. Em 1934, o número de seleções passou para 16. No Mundial seguinte foram 15 e, em 1950, no Brasil, 13 equipes participaram. Em 1938 e 1950, a fórmula previa 16 seleções, mas por questões questões políticas, alguns países declinaram. A partir de 1954, na Suíça, até a Copa do Mundo da Argentina, em 1978, o número de 16 seleções se fixou. Em 1982, na Espanha, o torneio passou a ser disputado por 24 equipes. Esse formato durou até 1994. Em 1998, na França, o Mundial passou a ter 32 equipes, formarto perdurará até a Copa de 2022, que será realizada no Qatar.

Bookmark e Compartilhe

Notícias Relacionadas:


Leia mais no Site do Autor