DHPP investigará morte de travesti na Orla de Atalaia O corpo foi localizado na praia José Sarney em Aracaju 29/09/2016 14:51

O Caso será investigado pelo DHPP (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Permanece sem identificação no Instituto Médico Legal (IML) o corpo de uma travesti que foi encontrado sem vida na praia José Sarney. O caso foi divulgado através das redes sociais pelo delegado do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), Mário Leony. O delegado, indignado com o crime, lamentou a morte e criticou o caso de violência.

As primeiras informações da polícia são de que a vítima apresentava perfurações de arma branca, mas no IML a morte está a apurar. A 1ª divisão do DPHH investigará o fato.

De acordo com o presidente da Associação de Defesa dos Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais do Estado de Sergipe (ADHONES), Marcelo Lima de Menezes, os casos de violência contra a população trans têm crescido no país.

“Sobre este caso da Orla ainda não temos detalhes, mas sabemos que os crimes têm aumentado. O que falta são politicas públicas que impeçam esses casos de violência. Precisamos de lima politica de combate ao LGBT Fobia para que politicas de segurança sejam melhores desenvolvidas”, fala Lima.

No ano passado, o Portal Infonet mostrou o caso da travesti Nicoly Holiver que foi agredida em um bar situado no município de Canindé do São Francisco. O fato aconteceu quando ela estava acompanhada de uma amiga no assentamento Modelo.

Internautas podem encaminhar vídeos e fotos por meio do (079) 21068000, Whatsapp (079) 98015059 ou [email protected]

Por Kátia Susanna


Leia mais no Infonet Notícias