Uma ação da Polícia Militar no município de Aparecida tem causado polêmica na região. PMs apreenderam um cavalo que causou alguns danos a um veículo durante uma festa no município e o deixaram retido em uma cela da delegacia. O animal foi apreendido no último domingo, 12. De acordo com o Capitão Vagno Passos, “a retenção foi o meio encontrado pelos PMs para que os responsáveis tratassem com a vítima sobre a reparação do prejuízo”, e não uma prisão ao animal.

O tenente também frisa que o cavalo não foi vítima de maus tratos por parte dos policiais. O proprietário do animal foi identificado e se comprometeu a pagar os prejuízos causados pelos coices do cavalo. Confira a nota oficial da 3ª Companhia do 3º Batalhão (3º BPM):

“É evidente que não houve prisão. O cavalo, que é apenas um bem, nesse caso foi o instrumento com o qual o dano acabou sendo produzido no automóvel. Sua retenção foi o meio encontrado pelos policiais para que os responsáveis tratassem com a vítima sobre a reparação do prejuízo que com ele foi produzido. Na manhã de hoje (13), quando as partes entraram em acordo na delegacia, o animal foi restituído ao proprietário.

Frise-se que o animal não sofreu maus tratos. Ele foi colocado numa espécie de área de serviço do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) e o homem que se apresentou como seu proprietário teve autorização para disponibilizar mais água e comida para o animal até a manhã de hoje, quando a situação foi resolvida”.

Redação do Portal Itnet